domingo, 28 de junho de 2009

Ceuta

Muralhas Portuguesas em Ceuta no Norte de África. Hoje Ceuta é uma possessão espanhola.
Ceuta foi um marco muito importante no Séc. XV da expansão marítima portuguesa.
Não nos devemos envergonhar disso. Do que fomos e do que somos.
Só devemos nos envergonhar dos governantes que temos tido, rendidos à economia global e aos grandes interesses do capitalismo internacional e do imperialismo que exploram os povos, reduzindo-os à miséria para engorda de um restrito clube de figurantes que saqueiam requintadamente os mais fragilizados.
Nós fomos o que fomos no contexto do mundo de então e deixámos uma cultura espalhada pelo mundo. Misturámo-nos com os povos que colonizámos e deixámos por onde passámos um pouco de nós, de Portugal, enquanto outros povos fizeram bem pior que nós e hoje querem-se fazer passar por vanguardistas da libertação dos povos, do desenvolvimento, quando na verdade o que lhes importa e interessa é a exploração económica.
Não temos tido nos últimos anos políticos à altura de defenderem a cultura portuguesa e a herança positiva dos nossos antepassados. Quando iremos ter governantes que se voltem para Portugal e para a defesa da cultura portuguesa, com os povos dos territórios onde estivemos, numa comunhão de esforços e no interesse comum?

2 comentários:

Corroios - Terra Nacional disse...

Bravo, grande imagem, grande tributo ao glorioso império português. Parabéns

Almada Morreu disse...

Almada Morreu, a cidade Morreu.

A Câmara Municipal de Almada não fez jus às suas promessas!

A cidade está deserta, não há gente, não há vivacidade.


Apareça e Divulgue www.almadamorreu.pt.vu

Por si, pelos comerciantes, pelos habitantes...por Almada!